•  Acredita que o respeito à vida é fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade justa e fraterna, por isso defende a preservação da atual legislação do aborto (autoriza a interrupção da gravidez somente em casos de estupro, feto anencéfalo e risco à vida da mãe).
  • Defende que as pautas relacionadas às causas LGBT sejam debatidas com respeito e responsabilidade no Congresso Nacional, uma vez que a tolerância às diferenças é fundamental para construirmos uma sociedade harmônica e igualitária
  • Classifica a questão do tráfico de drogas como uma verdadeira guerra. Para vencê-la, defende que o Congresso Nacional e a sociedade debatam todas as alternativas em torno do problema.
  • Vê como essencial a implementação de uma estrutura de prevenção e de tratamento de dependentes químicos por parte do Governo Federal. Isso ocorreria por meio da priorização de investimentos nessa área, considerando a droga juntamente com a questão da segurança pública.
  • Acredita que a solução para o problema da insegurança está na formulação de uma política efetiva de segurança pública por parte do Governo Federal e não apenas dos estados. Assim, enfatiza a necessidade de se controlar as nossas divisas, o tráfico de armas e o tráfico de drogas, assim como combater o crime organizado e aparelhar e preparar efetivamente as polícias.
  • Defende que o cidadão comprovadamente de bem, principalmente das áreas rurais, deve ser respeitado no seu direito de ter uma arma em casa, para segurança própria e da sua família, até o Estado prove ser capaz de oferecer a segurança pública que o cidadão precisa.